Domingo, 3 de Julho de 2005

Flash

Relâmpago no peito. Dos céus, de locais que não conhecia, desceste num turbilhão de som e luz e atingiste-me em cheio no peito, transbordando-me de electricidade. Iluminaste todo o meu interior, a luz percorreu-me como as chamas de uma explosão numa mina de pedras precisosas. E eu estava há tanto tempo imerso em gasolinas, à tua espera.
Mas exististe em mim como um soco no rosto. Rápida e brutal. Deixaste-me atarantado, sem reacção. Tive apenas tempo de voltar o rosto, à tua procura de novo. Queria mais explosões. Mas um relâmpago nunca cai duas vezes no mesmo lugar...
pintado por Trovador às 18:36
link do post | comente | favorito
|

.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Recentes viagens

. Tenho que desistir...

. Regresso à Musa...

. O Nosso Mundo...

. Em Cheio!!!

. Excuse me...

. Vindo das brumas...

. Replay...

. Parteiro...

. Aluno sem mestre...

. Serenata...

.Viagens antigas

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds