Domingo, 5 de Março de 2006

Mylady...

As roseiras de Janeiro
Sempre florescerão belas
Pintadas de cor, de espinhos, de cheiro...
Mas nenhuma dará, amanhã,
Nem pêras, nem laranjas,
Nem mesmo, porventura, alguma maçã.
Assim encontras meu peito,
Minha Senhora,
Empoeirado, vazio, talhado deste jeito.
Não formatado
Nem habituado
A receber o Amor
Com exéquias de hóspede perfeito.
O Amor não visita a minha casa
E eu há muito não lhe tenho cortesia
Pois porquê ser cortês com quem
Nos matará um dia?
LC
pintado por Trovador às 22:04
link do post | favorito
|
De livre de nome a 5 de Março de 2006 às 22:13
Lindo! Qual cantiga de amor à maneira trovadoresca!PN
(http://impressoesdigitais.blogs.sapo.pt)
(mailto:pauxana@sapo.pt)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Recentes viagens

. Tenho que desistir...

. Regresso à Musa...

. O Nosso Mundo...

. Em Cheio!!!

. Excuse me...

. Vindo das brumas...

. Replay...

. Parteiro...

. Aluno sem mestre...

. Serenata...

.Viagens antigas

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds