Sábado, 11 de Março de 2006

Aluno sem mestre...

Lancei-me à estradahá tempo demais
Filme do qual não me lembro do início
Sentei-me hoje, dscansando dos meus ais
Votando o Tempo a um doce desperdício.

Criaturas mais experientes na vida
Com muita mais estrada percorrida
Desdenharam enquanto descansava.
Não compreendiam o porquê da fadiga
Diziam que o meu caminho era uma formiga
Perto do elefante que ainda faltava.

Farto de tantas agressões
Não me consegui conter
De pé, abdiquei em plenos pulmões
Da pouca razão que pudesse ter:

"Se ainda tenho tanto caminho a percorrer
Porque me doem já tanto as pernas?
Se ainda tenho tantas feridas a sofrer
Porque sangro já de tantas chagas internas?

Ainda não devia estar tão cansado,
Não podia estar já tão fatigado
Mas o facto é que estou.
Meu percurso pode ser insignificante
Ainda assim, creio que já vi bastante
Na porção da vida que já passou."

Toda a experiência de vida
Tem o seu peso desmesurado.
A única que não nos acerta em cheio
É a que nos passa ao lado.

pintado por Trovador às 14:56
link do post | comente | favorito
|

.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Recentes viagens

. Tenho que desistir...

. Regresso à Musa...

. O Nosso Mundo...

. Em Cheio!!!

. Excuse me...

. Vindo das brumas...

. Replay...

. Parteiro...

. Aluno sem mestre...

. Serenata...

.Viagens antigas

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds